Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

MUNDO

Fed descarta cortes de juros no “futuro imediato” e alerta sobre riscos à economia

Diretora do Banco Central dos EUA avalia que é preciso desconfiar dos dados publicados, pois estes podem estar em conflito com a economia real

Por Redação SDI

Foto da presidente do BC dos EUA, Michelle Bowman

Durante um evento da Associação Bancária Americana nesta segunda-feira, 12, Michelle Bowman, diretora do Fed (o banco central norte-americano) destacou que o banco não vê previsão de cortes nas taxas de juros.

Segundo ela, ainda é cedo para projetar qualquer decisão do BC dos Estados Unidos referente não apenas a possíveis cortes nos juros, mas também sobre o tamanho dessa redução, já que o cenário econômico do país ainda é incerto.

“Estamos satisfeitos com o progresso da inflação, com os números abaixo de 3%, mas ainda existem muitos riscos no horizonte. É cedo para prejulgar se isso afetará a economia e não vejo como apropriado cortes no futuro imediato”, explicou Bowman.

Ela ressaltou que a economia norte-americana parece “saudável e forte” até o momento, com resiliência no consumo e um mercado de trabalho ainda apertado. Neste contexto, Bowman argumentou que os juros do Fed estão em nível apropriado para controlar a inflação enquanto os dirigentes do banco central avaliam os riscos.

A diretora expressou cautela em relação aos dados econômicos, levantando dúvidas sobre sua confiabilidade imediata e se eles realmente refletem a situação da economia real.

Tendo em vista essa desconfiança diante dos dados econômicos, Michelle Bowman acredita que, antes de considerar quaisquer mudanças significativas na política monetária, é fundamental monitorar de perto a evolução dos indicadores econômicos e os possíveis desdobramentos no cenário global.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp

Veja também:

Analistas projetam que Selic deve fechar o ano de 2024 abaixo de dois dígitos
Temperaturas altas permanecem em outras regiões, mas pode chover
Decisão do ministro da Justiça e Segurança ocorre depois de pedido de ajuda do governador
Indicações estão sujeitas à aprovação na CCJ do Senado, com data a ser definida
Última etapa do Programa iniciou na segunda-feira (9)
Esta fase é voltada para pessoas físicas com renda mensal de até dois salários mínimos ou inscritas no CadÚnico